Igreja do Véu: igreja ou heresia? [2 de 5]

23 03 2010

No intuito de demonstrar as características da Congregação Cristã no Brasil que configurariam uma seita, Pr. Amaral tece afirmações pra lá de complicadas. Confiram algumas.

Erros doutrinários

1. Crescimento da denominação é uma prova da ação do Espírito Santo

Nas décadas de 70 e 80, quando o Brasil foi tremendamente influenciado pelo movimento das comunidades, e que o crescimento evangélico foi extremamente significativo, chegando a mais de 1000%, sendo reconhecido como o 3o maior reduto evangélico do mundo, a Congregação Cristã por outro lado se manteve estacionada, e já com grandes sinais de retrocesso. Sendo que como igreja, não é mencionada em nenhuma pesquisa feita atualmente, demonstrando assim sua total apatia entre o mover do Espírito no nosso país”. (p. 9) Grifos meus.

Para Amaral, o fato de a igreja crescer ou não é uma demonstração do mover do Espírito. Qualquer sociólogo ou mesmo um bacharel em teologia com boa formação repudiaria essa tese. Ou quem é maluco de dizer que a Igreja Presbiteriana no Brasil, uma igreja histórica brasileira, não cresce porque não tem um legítimo mover do espírito? Ou se referir que a igreja “Brasil para Cristo”, que cresceu tanto no passado, hoje não recebe tantos adeptos porque não tem mais o mover do espírito? Ou que a Universal do Reino de Deus é atualmente a que mais cresce por um intenso mover do espírito? Ou, como bem dito por esse texto, “se crescimento explosivo é sinal de avivamento, então o Padre Marcelo Rossi está certo?”.

Mais que isso: a loucura pelo crescimento tem levado, em muitas situações, a um relaxamento doutrinário. É a valorização das pregações antropocêntricas, é a transformação do culto em um show tecnológico, é o cuidado para os homens e mulheres se sentirem bem na igreja, é a prosperidade financeira e a saúde perfeita sendo ‘vendidas’ por preços módicos (ou não tanto assim…). Daí esse estado deplorável do evangelicalismo brasileiro atualmente.

Enfim: sobre esse assunto, Cristo não poderia ser mais claro: “onde estiver dois ou mais presentes, aí eu estarei”. Daí ser uma grande bobagem apresentar arrogantemente dados estatísticos como se comprovassem, inquestionavelmente, a ação do Espírito Santo.

2. Os líderes da igreja não podem ser nomeados

O grande problema aqui é que a congregação (os membros) não tem o direito de opinar, aprovar ou desaprovar. São líderes nomeados (biônicos) e os fiéis são obrigados a aceitá-los com alegria, disposição e reverência” (p. 12.)

Ora, se a eleição dos anciães (presbiteros) é uma condição sine qua non para identificar uma igreja como portadora da sã doutrina, a maioria das denominações evangélicas está perdida. Os líderes são indicados pela central/regional de diversas denominações para a igreja local em inúmeras situações.

Ou o que dizer, por exemplo, da recomendação de Paulo a Tito? “Eu o deixei na ilha de Creta para que você pusesse em ordem o que faltava fazer e para nomear em cada cidade os presbíteros das igrejas”. Amaral teria algo para dizer: “Paulo, seu problema é que você é muito autoritário, não permite que os próprios fiéis elejam seus presbíteros. Isso não é papel de Tito. Os fiéis não são obrigados a aceitar esses líderes que Tito indicar com alegria, nem com disposição e muito menos com reverência”.

Não há, pois, nenhuma característica anti-bíblica nisso.

3. Um grupo pequeno não tem condições de cumprir as ordens de Deus (SIC!)

É maravilhoso o poder da salvação por meio de Jesus Cristo. Porém um pequeno grupo jamais terá condições de cumprir as ordens divinas”. (p. 28)

Absolutamente sem lógica a afirmação. Chega a ser irônica até, quando constatamos o cumprimento da profecia de que as portas do inferno jamais prevaleceriam sobre a igreja e, paralelamente, descobrimos o quão difícil foi ser um genuíno cristão nos tenebrosos anos medievais. Escondidos, pequenos grupos de anabatistas e outros cristãos transformaram-se em prova viva de que, de fato, a Igreja de Cristo não desapareceu da Terra. Não tem nenhum fundamento considerar que esses pequenos grupos não tiveram condições de cumprir as ordens de Deus.

4. A Congregação Cristã não aceita toda a bíblia como inspirada por Deus.

Eles dizem também que devem se ater apenas aos 4 evangelhos, pois neles estão as palavras ditas por Jesus. Não aceitam toda a Bíblia como palavra de Deus” (p. 28)

Deparar com esse texto deve dar a honesta sensação de que o Pr. Amaral nunca assistiu um culto da Congregação. Ao leitor, resta a impressão de que as bíblias utilizadas pelos membros da CCB só contêm o novo testamento. Pr. Amaral sequer cita os pontos doutrinários da Congregação. Se assim fizesse, veria ali que a Bíblia é aceita, inteiramente, como contendo a Palavra de Deus (vide ponto 1). Se visitasse um culto, provavelmente assistiria a leitura de um capítulo do Velho Testamento. Mas nem um nem outro, parece, balizou a longa experiência do pastor na Congregação Cristã.

6. O batismo usado na Congregação foi criado pelo unitarianismo

O unitarianismo, de fato, penetrou fortemente na movimentação pentecostal no início do século XX. Uma das reações ao unitarianismo pentecostal, aliás, foi a própria criação das Assembléias de Deus nos Estados Unidos, em 1914. Uma das bandeiras dos unitários é o batismo no nome de Jesus, somente, em função de crer que a Trindade é um erro.

Ora, o que faz a Congregação Cristã? Usa a seguinte frase: “Irmão, em nome de Jesus Cristo te batizo: em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo“. Isto é: traz para si a autorização de Cristo para, em seguida, pronunciar o batismo conforme autorizado pelo próprio Filho de Deus. Dizer que a “Congregação Cristã ensina a prática de um Batismo criado pelo Unitarianismo Modernista” (p. 51) é, pois, um disparate.

5. Avaliação de aspectos secundários da denominação

Na intenção de avaliar as ‘doutrinas’ da Congregação, pr. Amaral nada mais faz do que discutir costumes. Seguem, pois, os dezenove erros doutrinários graves:

a) livre arbítrio (não há na CCB, segundo Amaral);

b) o uso do véu;

c) a separação dos homens e das mulheres no culto;

d) a posição da mulher na igreja (pouca participação);

e) o batismo;

f) ensinos contrários aos ministérios da igreja (pelo fato de não ter ‘pastor’ na nomenclatura do ministério oficial);

g) as cerimônias de casamento;

h) apresentação e consagração de crianças (idem);

i) a comemoração do natal (que não existe na CCB);

j) a saudação e o ósculo santo;

k) como se deve orar (pela oração, no templo da CCB, ser feita de joelhos);

l) o Dízimo, as ofertas e o salário pastoral (exceto as ofertas, não fazem parte do costume ccbiano);

m) o beber socialmente;

n) os cultos fora da igreja;

o) os dons espirituais (suposta ênfase na glossolalia);

p) a santa ceia (anotadas diversas características específicas da CCB, como, por exemplo, o fato de receberem o pão e o vinho ajoelhados, ser celebrada anualmente e outras miudezas);

q) os mesmos cânticos;

r) existência do banco dos pecadores (sic!);

s) a predestinação (sic!).

Essa lista, como se vê, está presente em várias outras refutações à CCB elaboradas por aí. Há, evidentemente, um erro crasso. Não é difícil provar que esses pontos levantados como ‘erros doutrinários’ não são anti-bíblicos; outros – como o R, por exemplo, não passam de fábulas. O terrível equívoco – e não tão raro em parte da membresia e liderança – é usar dessas peculiaridades para dizer que ‘só nós estamos certos, por isso só nós seremos salvos’. Dizer isso é uma afronta ao Sangue do Cordeiro. Enfim, não há nenhum problema nos costumes da Congregação; há no uso que se faz deles, quando direcionado para fortalecer um exclusivismo sectário. Mas, como se vê, todo o esforço do pr. Amaral (e demais apologetas, no atacado) está em desmontar, peça por peça, os costumes da Congregação. Um exercício vão, portanto.

[continua…]

About these ads

Ações

Informação

18 respostas

24 03 2010
Mario

Que a graça, a paz e o amor de Deus, por Jesus Cristo abunde em vossos corações!

Acho que o fato da Congregação Cristã não ter cresicmento exponencial, como observado em algumas denominações, é explicado pela sua ortodoxia e não pela “ausência do mover do Espirito Santo”, como a instituição não relaxa no seu rigor acaba não atraindo muitos adpetos.

Se olharem o conteúdo do meu blog vão ver que não faço vista grossa aos nossos equivocos doutrinários, por isso, me sinto a vontade para fazer uma pequena observação nesse texto. Também tenho visitado algumas denominações, conheço a Batista, a Metodista e a Presbiteriana, por isso, me sinto confortável para dizer que não existem igrejas perfeitas, mas existem igrejas maduras, também por isso não crítico igreja A ou B, acho que temos que trabalhar pela unidade e não separação dos crentes de diferentes denominações que compõe o Corpo de Cristo, a Igreja de Deus na terra.

Me entristece o fato dos muitos pesquisadores que escrevem sobre a CCB, não conhecerema CCB, escrevem levantando a bandeira denominacional.

Pelo que já contemplei, acho que os únicos que escreveram com a isenção que deve ter um pesquisador foi: Alderí Souza Matos, Gloecir Bianco e Ricardo Gondim, este ultimo não citou o nome da CCB, mas pela descrição notamos que ele também se referia à ela (pelo menos tive essa impressão). Gondim falou de idéias e não de pessoas/instituições, por isso, gostei do seu livro.

Engraçado que quando interagimos com crentes de outras denominações, muitos preconceitos deixam de existir, as pessoas acabam percebendo que a CCB é uma igreja como outra qualquer, com erros e acertos.

Apenas uma correção: nós cremos e aceitamos a inteira Bíblia como sendo a Palavra de Deus, revelada ao homem, sendo ela a nossa regra de fé e conduta.

Fiquem na paz de Deus!

Fraterno abraço,

Mario

25 03 2010
Juliano Rosa

Mario,

Deus te abençoe pelo comentário.

De fato, tenho percebido, em seus textos publicados no cristãocbb, que não é seu interesse fazer vista grossa aos equívocos que grassam no senso comum ccbiano. Faz bem, e tem minha total concordância.

Falo isso porque, a algum desavisado leitor que aporte acidentalmente por aqui e leia a crítica a um livro que, em primeira mão, quer revelar ao mundo os erros doutrinários da Congregação, poderia supor que defendo cegamente a Congregação. Não é o caso, porém. Reconheço os erros da minha querida denominação; essa sequencia de textos, por exemplo, será encerrada com minha observação sobre os mesmos – que, na verdade, não convergem para o rumo que o pr. Amaral aponta, certamente.

Quanto ao crescimento baixo que a Congregação tem obtido, eu não atribuo a ortodoxia (estamos falando de ortodoxia nos usos e costumes, não na doutrinária, certo?). A Igreja Presbiteriana no Brasil, por exemplo, não faz lá tanta questão de usos e costumes e, no entanto, possui baixa taxa de crescimento. O mesmo fenômeno acontece com a Assemblies of God, nos EUA, que, mesmo estando integrada a sociedade norte-americana, está passando pela mesma situação da CCB.

[Eu tenho um livro aqui do pr. Peter Wagner, "Por que crescem os pentecostais", que tem por análise o crescimento pentecostal na América Latina. Tem algumas boas reflexões, embora hoje esteja desatualizado (a primeira edição é de 1971), visto as novas estratégias do neopentecostalismo e do arrefecer percebido no crescimento das igrejas pentecostais tradicionais. Mesmo assim, penso que futuramente a gente pode discutir a obra por aqui].

É isso aí.

Deus te abençoe abundantemente.

Juliano

20 09 2010
Francisco Leandro da S. B.

Erros e acertos toda igreja tem. Mas, é claro, me refiro aos nossos erros voluntários. Agora, o impotante é não falhar na pregação e cumprimento da verdadeira doutrina das escrituras e cumprir com ela. Muitos representantes de igrejas, por interesses finaceiro, negam a doutrina da Bíblia, e só descem o pau contra a CCB porque ela não paga dízimos. Agora, pergunto ao pastor Amaral: por que é que todas as igrejas dizimistas têm falhas doutrinárias em vários aspéctos, e só não têm falhas na questão do dízimo? Veja que a igreja Católica também paga dízimos, porque sempre foi das igrejas mais interesseiras. Ora, é tudo apenas interesses finaceiros, e ponto final.

16 11 2011
Paulo

Irmão em Cristo, eu sou Católico e tenho amizade com vários membros da CCB e nos portamos dentro da maior dignidade que irmãos devem ter uns com os outros= o Amor de Cristo. Portanto, ao expressar a sua idéia que tenta englobar em uma celeuma familiar de seitas não católicas, lembre_se que além, mas muito mesmo além dela está a irmandade dos filhos de Deus.

24 03 2010
Ismael

Caro Juliano:

A meu ver, nosso maior problema está na falta de um modelo de reuniões de leitura e educação bíblica. Boa parte dos preconceitos e fábulas que correm por aí são resultado de pouca instrução na Escritura.

Espero apenas duas posturas de nosso ministério, e já vejo isto acontecendo: o fim das pregações e da filosofia exclusivistas e um modelo de reuniões de leitura bíblica. É verdade que as iniciativas nesse sentido ainda são tímidas, mas todas elas, por menor que sejam, merecem nosso elogio e apoio. Todas as outras demandas, no meu ponto de vista, são injustificáveis, ou, no mínimo, menos importantes que estas duas.

Venho fazendo minha parte. Somos uma igreja evangélica, rica em doutrina, cheia do Espírito, com uma irmandade disposTa e reverente, coerente, de testemunho consistente com o que é esperado de uma comunidade cristã. Nossos problemas são menores e mínimos se comparados com a cristandade constituída.

No mais, continuemos sempre otimistas.

25 03 2010
Juliano Rosa

Prezado Ismael,

Acompanho no seu otimismo. Vejo sinais de progressos – tímidos, a bem da verdade – mas suficientes para manter viva a chama da esperança de que nossa denominação tenha, integralmente, seu modus operandi regulado única e exclusivamente pela nossa guia de fé e conduta – a Bíblia.

Dito isso, eu fico esperançoso de que outras posturas sejam agregadas a essas duas que você já sublinhou.

Na paz de Deus,

Sempre.

28 03 2010
Mario

Verdade, a Presbiteriana não tem lá a mesma ortodoxia (usos e costumes) da CCB e também não cresce em ritmos maiores.

Como bem lembrou o Lima, o que mais “pega” na nossa denominação, principalmente para os evangélicos tradicionais, é não termos um modelo para ensino bíblico eficiente.

Recordei-me agora de uma amigo presbiteriano que andou visitando a CCB, ele me disse que somos uma “boa igreja”, ele só acha que tinhamos que gastar mais tempo com a Bíblia, por exemplo, dependendo do culto a liberdade dos testemunhos chega a ser maior que o tempo de pregação.

Outro amigo, esse assembleiano, de tanto escutar eu falar da nossa denominação, e vendo que o meu discurso e postura era diferente daquele ensinado por seus ministros, resolveu um dia visitar a CCB perto da sua casa, depois de um tempo ele me contou, achou que somos uma denominação evangélica séria, que dos demais evangélicos só temos a liturgia, no resto somos iguais em tudo.

Essa minha interação pacifica com os demais crentes já me rendeu algumas saias justas, certa vez fui convidado para “pregar” numa capela metodista que tem dentro do campus da universidade que estudo, os participantes da reunião são evangélicos de diversas denominações que se reunem um dia por semana para juntos cantar e louvar a Deus, cordialmente recusei o convite, nem tenho conhecimento para conduzir uma reunião desse tipo, nem mesmo fui ver como é o funcionamento dela.

Enfim, se somos receptivos também somos bem recebidos.

Fique na paz e no amor de Deus!

30 03 2010
Ismael

Mario:

Essa interatividade com membros de outras denominações é muito interessante. Tenho amigos batistas, presbiterianos, assembleanos, metodistas… Lógico que alguns de meus pontos de vistas são inegociáveis, mas não vejo problema em adotar uma postura mais inclusiva. O bom é que você pode concordar com os pontos em comum e discordar, respeitosamente, nos pontos em que diferimos. O que não dá é dizer que apenas nós somos o corpo de Cristo e excluir todos aqueles que, em outros lugares, retêm sua fé e sinceridade.

Meu desejo e oração é pelo dia em que teremos não um modelo de escola dominical importado de outras denominações, mas nossa própria sistemática de leitura bíblica. É até vergonhoso que alguns (muitos, rs) de nossos irmãos nunca tenham lido a Bíblia completa. Um bom começo seria criar um calendário de leitura bíblica pelo menos para a mocidade. Ler a Bíblia é importante!

Em Paz.

15 04 2010
29 05 2010
CAROLINA MELLO

BOM PRIMEIRAMENTE QUERO COMPRIMENTAR A TODOS ,
E DIZER QUE : JESUS QUANDO VEIO AO MUNDO NÃO DEIXOU ESCRITO EM PEDRAS OU EM PERGAMINHOS A VERDADEIRA IGREJA , MAIS SIM QUANDO ELE VEIO , NOS ENSINOU ATRAVES DE SEUS COSTUMES COMO SE COMPORTAR E AGIR , ENSINOU A NÓS TUAS ORAÇÕES E CEIAR, E TAMBEM O COMPORTAMENTO DA MULHER…
QUE ESTOU QUERENDO DIZER QUE NA EPOCA DE CRISTO A MULHER NAO TINHA PARTICIPAÇÃO NOS TEMPLOS , O ” CULTO ” ERA APENAS PARA HOMENS,
QUER MAIS EXEMPLO – VEJA MARIA * A MULHER QUE DEUS ESCOLHEU PARA CARREGAR NO VENTRE JESUS CRISTO , PROCURE NAS PAGINAS DA BIBLIAS OU EM FILMES QUE RELATAM A HSTORIA SE ELA PREGRAVA OU CONGREGAVA , APENAS RELATA QUE ELA ERA UMA DAS DISCIPULAS QUE CRIA EM DEUS E SEGUIA TEUS MANDAMENTOS, ABRAÃO , MOISES E NÓE .. COMO ENTRE OUTROS ERAM ELES HOMENS ( EM ASPECTO MASCULINO ) QUE SUBIA AO ALTAR E ORAVA E CONVERSAVA COM DEUS , AI SE VIA TBM QUE A PARTICIPAÇÃO DAS MULHERES ERAM POUCAS…

AGORA ESCLARECENDO ALGUMAS COISAS DA CCB ….. PQ QUEM DE FORA VE NÃO SABE QUE SE PASSA LÁ DENTRO , SO QUEM VIVE SABE. E PODE FLAR.
- NÓS NÃO TEMOS BANCO PARA PECADORES E NEM FAZEMOS DESCRIMINAÇÕES , DE PESSOAS.
- O BATIZMO É IMERSÃO DE CORPO INTEIRO – QUE NEM JOAO BATISTA BATIZOU JESUS . E SIM É DITO QUE SOMOS BATIZADOS EM NOME DE CRISTO ASSIM COMO É DITO EM QUALQUER IGREJA QUE SEGUE A DOUTRINA DE CRISTO.
- A SANTA CEIA É REALIZADO SIM 1 VEZ , EM MEMORIA DA MORTE DE CRISTO PQ JESUS CEIO 1 VEZ APENAS COM TEUS APOSTOLOS ( VERIFIQUEM A BIBLIA TERAM MAIS INFORMAÇOES )
- NOS NÃO TEMOS OS MESMO HINOS – TEMOS INUMEROS HINARIOS – QUE CONTEM 450 HINOS QUE SÃO TOCADOS CONFORME A NECESSIDADE DE ALMA DE CADA UM – OU SEJA QUEM SENTE , PEDE ,E SE É LOUVADO .
- A CERIMONIA DE CASAMENTO – É REALIZADO DESPEDIDA DA MOCIDADE , NA REUNIÃO DE JOVENS , E TEM REUNIOES PARA MOCIDADE QUE É APENAS ESPECIFICAS PARA ISSO . E SEU CASAMENTO É NO CIVIL , TEMOS SIM FESTA NO SALÃO, E A BENÇÃO QUE ELA É BUSCADA NÃO APENAS NO DIA DA CERIMONIA E SIM , ANTES E DURANTE , E DEPOIS DA CERIMONIA. ( SO CASAMOS MEDIANTE A CONFIRMAÇÕES E SINAIS ) NÃO POR EMPOLGAÇÕES , OU POR MEDO DE COMETER O PECADO DA CARNE, E SIM PQ DEUS PREPARA.
- SABE PQ NÓS NAO TEMOS PASTORES E TEMOS SIM SERVOS DE DEUS – QUE SÃO CHAMADOS COOPERADORES? ?? PQ O HOMEM É FALHO , FRACO , E MUITA DAS VEZES NÃO RESISTE A FRAQUESA DA CARNE, ENTÃO SÃO CHAMADOS DE COOPERADORES PQ COOPERAM COM A OBRA DE DEUS , E PASTOR TEMOS SIM APENAS UM E ESSE NUNCA PECA, QUE É CRISTO JESUS.
- TEMOS O LIVRE ARBITRIO SIM – TUDO NOS É LICITO MAIS NEM TUDO NOS CONVEM …..
- A SEPARAÇÃO DO HOMEM E DAS MULHERES – VOCÊS JA REPARARAM QUE OS HOMENS TOCAM INSTRUMENTOS CLASSICOS , E AS MULHERES NOS CULTO TOCAM UM INTRUMENTO CHAMADO ORGAO? E QUE TEM CCB QUE AS MULHERES TBM ESTAO JUNTO AOS IRMAOS NO BANCO DA ORQUESTRA??
( AOS IRMAOS QUE NAO TEM MINISTERIO DA MUSICA – MANTEM SE A ORDEM PARA NAO VIRA OBA OBA )
- NOS NÃO COMEMORAMOS , FESTAS PAGAS QUE NÃO TEM DATAS NA BIBLIA, PARA QUE VAMOS COMEMORAR FESTAS OU DATAS QUE FORAM ESCOLHIDAS PELOS HOMENS?? ME DIZ?? QUEM DISSE QUE JESUS CRISTO NASCEU DIA 25 DE DEZEMBRO – ME MOSTRE EM QQ BIBLIA QUE TA INSCRITO PQ ATE O PRESENTE MOMENTO DESCONHEÇO .
- O ORAR DE JOELHOS – QUE NO TERMO CERTO É DE JOELHOS PROSTADOS , É UMA MANEIRA DE REVERENCIAR A DEUS , DE MONSTRAMOS QUE SOMOS PEQUENOS , E QUE ACIMA DE NÓS TEM UM SER PODEROSO QUE NOS GUIA E NOS REGE… ( VEJA O EXEMPLOS DOS ISRAELITAS QUE ORAM COM O ROSTO COLADO NO CHÃO.
- SOBRE O DOM DA LINGUAGEM – O ESPIRITO SANTO CHAMAMOS DE BATISMO PELO ESPIRITO SANTO . É UM DOM QUE NOS É EMPRESTADO POR DEUS. QUE NAO É FRASES REPETITIVAS OU ENROLAÇÃO DA LINGUA COMO TRAVA LINGUA E SIM , FALA-SE EM NOMAS LINGUAS, ( CONHECIDA ) QUE PODE SER TRADUZIDA. ( VERIFIQUEM A BIBLIA SOBRE O BATISMO DE NOVAS LINGUAS VOCES IRAO ACHAR MAIORES DETALHES ).

ENFIM ….. RESUMINDO , ACHO QUE SE DIZER SE É CEITA OU SEITA , ISSO APENAS CRISTO PODERÁ DIZER, UMA COISA POSSO AFIRMA-LOS SEREMOS JULGADOS PELAS NOSSAS OBRAS E NOSSAS ATITUDES , E NÃO PELAS PLACAS DE IGREJA, QUE MODESTA PARTE HOJE VIROU MAIS UM PONTO DE COMERCIO QUE SERVI EM SI A DEUS..
PORQUE AO INVES DE FICAR PERDENDO TEMPO EM CLASSIFICAR IGREJAS , OU AS PLACAS QUE É MELHOR DIZENDO … NÃO OREMOS UNS PELOS OUTROS , E AJUDAMOS UNS AOS OUTROS..

- QUE TAL COMEÇARMOS ORANDO A DEUS E PEDINDO PARA ELE QUE NOS DE INTENDIMENTO E SABEDORIA , PARA FAZER MELHOR A VONTADE DELE NA TERRA .
2 – PARA QUE ACABE OU CESSE A VIOLÊNCIA , A FOME , A DESCRIMINAÇÃO.
(QUE ACABE ASSASSINATO, ROUBO , PEDOFILIA, DROGA, DOENÇAS, … )
3. E QUE AO INVES DE OLHARMOS E NOS ROTULARMOS , A FULANO É DA IGREJA TAL , NÃO FALEMOS ASSIM, LA VAI UM IRMAO NOSSO EM CRISTO ,
OU AQUELE É UM SERVO DE DEUS… E FICARMOS CONTENTE PQ A PALAVRA DE DEUS TÁ CRESCENDO NA TERRA ..

POXA ATITUDE ASSIM ME INTRESTECE, PERDE TEMPO QUALIFICANDO QUALQUER IGREJA SE É SEITA OU CEITA , É COISA DE QUEM ME PERDOA NAO TEM MAIS O QUE FAZER , PQ OS SERVOS DE DEUS , AQUELES QUE DEDICAM SUAS VIDAS PARA SERVIREM A DEUS , NÃO ESTAO PREOCUPADOS COM ISSO.
PELO AMOR DE DEUS , NÉ ……. VAMOS ORAR E AGIR QUE GANHAMOS MAIS.
PARA MIM E MEUS IRMÃOS. NÃO TEMOS CEITA – E OUTRAS DENOMINAÇÕES SÃO NOSSOS IRMAOS EM CRISTO ( COM EXCESSAO DAQUELAS QUE PRATICAM CULTO SATANICO ) …

ME PERDOEM , MAIS É REVOLTANTE NESSAS ALTURAS DO JEITO QUE O MUNDO TÁ , NA MISERIA QUE TA PESSOAS PERDENDO TEMPO SEM OFENSAS , PERDE TEMPO QUALIFICANDO IGREJAS AO INVES DE POSTAR ,

VAMOS FAZER O BEM PARA O PROXIMO ,
VAMOS AMAR NOSSOS IRMAOS COMO ENSINO A CRISTO,
VAMOS DAR O QUE DE COME AQUELES QUE TEM FOME
VAMOS CHORAR COM OS QUE CHORAM .
VAMOS NOS ALEGRAR COM OS QUE SE ALEGRAM
VAMOS DA O QUE COBRIR PARA AQUELES QUE TEM FRIO..
VAMOS SEGUIR OS 10 MANDAMENTOS .
E VAMOS DEDICAR NOSSOS PRECIOSO TEMPO SERVINDO AQUELE QUE SEMPRE NOS SERVE DEUS’ E AGRADECENDO A ELE , PELA NOSSA VIDA.

FIQUEM COM DEUS …………

26 09 2010
Aldinei

Que a paz do senhor jesus pendure em nossos corações.
irmãos em cristo. o me que deixa triste é o fato da CCB nâo reconher com servos de Deus qualquer outra religião. na verdade Deus ñ deixou placas de igrejas. mas nos comicionou a pregar o evangelho a toda criatura. isso quer dizer que devemos anunciar o evangelho não apenas ao rebanho vizinho, mas sairmos as ruas, vielas, praças e enqualquer lugar que tenha uma vida(s). Jesus disse ide por todo mundo e pregai o evangelho, aquele que crêr e for batizado será salvo, porém quem não crêr será condenado. Pergunto: porque a CCB não prega o evangelhos a todos, mas se preocupa em pregar para aqueles que já se converteram a uma outra denominação? A seara estar branca esperando os seifeiros, mas os ceifeiros são poucos, façam parte desses ceifeiros. junte-se a nós na propagação do evangelho para ganharmos para o reino de Deus e assim resgatarmos vidas das drogas, da prostituição, do crime e das garras de satanas.
é para isso que fomos chamados e não para ficarmos atacando igrejas. façam o ide de Jesus e a CCB vai crescer sadia e saudavél. por que pescando no aquario alheio voçes vão ter muitas ovelhas doentes e rebeldes que não obedecem doutrinas e por isso procura igrejas que não tem líderes.

13 11 2010
Ainda sobre o batismo « PÍLULAS CRISTÃS

[...] para cuidar desse espaço, isso é muito bom. Em textos que recebo muitas visitas (aqui, aqui, aqui, aqui e aqui), muitos comentários aparecem (e devo isso, sinceramente, aos links no blog do [...]

1 01 2011
ANNE

tem participado dos cultos da ccb pra
levantar falso contra a ccb?
voce acha errado as doutrinas da igreja por que la
nao tem “pastores” burlindo o dinheiro da igreja
por isso vc acha ruim e critica as pessoas éstão a
seita onde vc diz ser ‘PASTOR” pra ccb por vc
vc acha ruim…
essas coisas em que escreveu aceitamos nós
em pontos que se encaixa no livro do nosso hinario
se vc para pra dar uma olhada,,,
olha na ultima capa do hinario la tem os pontos
de doutrina,,,
que DEUS tem misericordia da sua alma.
pastor é so JESUS CRISTO,

21 06 2011
jeandro

nossa igreja totalmente correta nao vivemos acusta do povo ganhando milhoes comprando jatos ganhando com o nome de deus..

20 03 2012
celiomar

eu so acho q a ccb e uma igreja correta mais apesar d td tem alguns q sao fracos da cabeça como tem em ouras igrejas,a doutrina na ccb e usada em outras igreja so ficam no papel,temos q enchergar as coisa e saber q na ccb sao mais doutrinado,fui por muitos anos d outra igreja e sou batizado a 3 anos e 4 meses na ccb,essa outras igreja os pastores ganhan nas costas dos fieis e os fieis nao enchergam q os patores so vivem das custas dos fieis,sou feliz na ccb pq aqui e td no mover d deus nao nos bolsos dos fieis,
paz de deus a tds

21 07 2012
Marcel

todos ficam entrando nessa merda de sait para falar mal da ccb pq foi elejida a melhor doutrina santa ….pq persegui uma igreja que todos numca ouviu falar de roubo olha eu nao sou dela nao tenho relijiao mais para vcs falam muito mal dela vai ser contra os padres pedofilos os pastores ladrao eu moro do lado de uma ccb minha mae e bruxa meu pai e contra a igrejas envangelicas e quando tem culto na ccb eu fico so olhando que coisa linda uma vontade de entrar la dentro ouvir a tal palavra de deus para min a ccb ea melhor igreja do mundo e vcs contra a ccb sao todos invejosos pq essas igrejas de vc contra a ccb parece um buteco velho agora a ccb nao parece uma verdadera casa de deus que o deus da ccb seja hj e eterno louvado

4 08 2012
valdete

A biblia diz. de graça recebeis e de graça darais, porque pastor tem que ter salário? A CCB não remunera ninguém todos vivem do suor de seus próprios rostos, e outros são aposentados. Creio que é a igreja que segue a biblia na risca, e o mover e o operar são do Senhor, Deus abençõe a todos.

11 06 2013
marco aureliio

Eu acho que todo o caminho que leva ao bem é sempre louvável, independente da liturgia religiosa, cada igreja tem e obedece rigorosamente àquilo que acredita, e é certo para seu povo. Não é de uma hora por outra que, uma concepção religiosa irá mudar em detrimento do mundo moderno. Pelo que eu saiba ( e isso porque frequento a congregação), eles são muito conservadores em relação ao uso do véu, visto que, existem contradições sim há certos hábitos, especialmente, aos que referem a trajes femininos. é preciso que, fundamentalmente, a Congregação Cristã no Brasill é uma doutrina pentecostal, diferentemente de outras igrejas emergentesl, portanto neopentecostais. O uso do terno, por exemplo, é padrão, principalmente para os irmãos batizados. Para as mulheres, o uso deste é livre, porém não poderão usar trajes curtos, como minissais, blusinhas e acessórios insinuantes.
é norma geral. Se a pessoa não estiver satisfeita ou não concorda com a doutrina, que procure outra igreja. é a tal liberdade religiosa. Não é do dia para noite que isso irá mudar!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 27 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: