Para ex-auxiliares de jovens e menores

Recebi a visita do meu querido cooperador. Depois das conversas de preâmbulo que sempre temos, me indagou se, realmente, eu já tinha sido auxiliar de jovens quando solteiro.

Com muito gosto, lembrei-me do tempo em que estive, de 1995 a 2002, à frente de um pequeno grupo de meninos. Como muitas coisas que acontecem na vida da gente, valorizei essa experiência muito mais depois que me despedi do cargo, em função de um casamento preparado por Deus.

Pois bem. A prosa com o cooperador continuou. Dizia-me ele que eu, na pequena congregação que freqüento, era um dos dois irmãos da Comum que tinha experiência com o cargo e que poderiam, por essa razão, contribuir nas Reuniões de Jovens e Menores (RJM). Acrescentava ainda que, na última reunião na Administração Regional daqui, ficou deliberado que os ex-auxiliares de jovens casados seriam convidados a participar das RJM, incumbidos em uma nova função. Seríamos responsáveis por ficar com um grupo de crianças ou jovens no decorrer do serviço de culto – no momento destinado a leitura e pregação da Palavra, pra ser mais exato.

Minha esposa, também ex-auxiliar, ficou exultante.

No último culto, foi anunciado nossos nomes. Fiquei muito feliz em poder ser útil na formação cristã da criançada. Acostumados com um domingo por mês para leitura bíblica, a irmandade não estranhou o novo formato; pelo contrário, escutei algumas irmãs dizendo que achava que seus meninos meditariam mais sobre as coisas de Deus.

Após o culto, foram distribuídos os grupos. Eu fiquei com a turma de meninos de sete a doze anos (havia ainda mais três turmas: até sete anos, doze a dezesseis e acima de dezessete – essa, com o Cooperador de Jovens). Minha esposa ficou com o grupo das mocinhas de doze a dezesseis anos.

É verdade que alguns acharam as mudanças estranhas. O Cooperador de Jovens, entre eles. O papo que correu é que ele não estava gostando desses novos caminhos. Dizia ele que nunca teve notícia, nesses quinze anos que caminha nessa Graça, de coisa parecida.

Mas parece que ele não tem motivos para isso não. No próximo final de semana, por exemplo, estaremos todos reunidos na Central para recebermos as orientações e um material preparado por nossos irmãos.

Curioso que sou, consegui capturer uma informação, da qual me alegrei muito: o primeiro tópico será sobre a Graça de Deus estendida sobre todos aqueles que, por fé, crêem no Senhor Jesus, constituindo a Igreja invisível de Cristo na terra.

~*~

I have (had) a dream… e oro a Deus para que seja misericordioso com todos nós, aperfeiçoando-nos cada vez mais.

15 comentários em “Para ex-auxiliares de jovens e menores

  1. Irmao,

    Em que regiao isso aconteceu? Sera assim em todo Brazil?

    Sera que o irmao pode dar mais informacao apos o fim de semana?

    Tambem sou auxiliar, e tivemos algo parecido mas como eramos uma igreja isolada fazendo isso, houve muita critica e por fim paramos.

    Mas o culto de jovens era 30 minutos mais longo, depois do recitativo, as criancas iam para tras divididas em tres grupos, e os jovens maiores de 15 anos ficavam na igreja.

    Tem quartos no fundo da igreja, entao dividiam tres grupos com tres irmas diferentes que basicamente contavam historias Biblicas na linguagem deles, conforme a idade de cada.

    Quanto aos jovens dentro da igreja, nos tinhamos um topico toda semana, recitavamos sobre o topico e nesses 30 minutos tinhamos dialogo com o cooperador de jovens, cooperador ou anciao, os topicos variavam em doutrina, ensinamentos, e coisas atuais. (Salvacao, Batismo, Graca, Homocidio, Drogas, Sexo, etc..)

    Fiquei extremamente feliz em ler o que o irmao postou, pois se isso foi aprovado no Brasil, decerto logo termos nossa “escola dominical” = escola de domingo de manha, de volta…=)

    Deus abencoe e aguardamos com anxiedade noticias!

    Rubia
    Dallas-TX-EUA

  2. Charles,

    É meio clichê, mas isso me faz lembrar das palavras de um falecido compositor: ‘Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só; mas sonho que sonha junto é realidade’. Tô otimista, né? 😉

    Rubia,

    Infelizmente, te desaponto: o relato foi um sonho. Mais que isso: o relato é um sonho, uma u-thopos. Utopia não no sentido de ‘coisa impossível’, mas de algo que não existe e que as necessidades existentes apontam para sua implantação.

    Aliás, fico triste pela pausa nas escolinhas daí. Pensei que estivesse continuando… ;(

    Na Paz do Eterno,

    Juliano

  3. Juliano, que região isso está acontecendo?

    Eu e minha esposa também fomos auxiliares de jovens e seria uma alegria muito grande ser convocado para tal missão;

    Jó 6:8 Quem dera que se cumprisse o meu desejo, e que Deus me desse o que espero!

  4. Somente agora, quando li seu comentário percebi do que se trata.

    Quem sabe um dia?!

    Espero estar vivo pra ver.

  5. APDD queridos. Onde acontece isso? Fui auxiliar de jovens por sete anos. Sou cooperador do ofício minisdterial, tenho que atender as reuniões de jovens porque estamos sem cooperador de jovens e nunca ouvi falar disso.

  6. Ir. “José da Silva”,

    Primeiramente, agradeço sua participação.

    Eu frequento a CCB, sim. Não “sou” dela, eu “estou” nela; sou de Cristo. E você, de quem é?

    Como podes perceber, sou desejoso de um ensino bíblico eficiente. Creio que isso permitiria um arejamento das idéias, uma melhor compreensão da grandeza do evangelho.

    Deus te abençoe abundantemente.

    PS: minha mãe me ensinou que cuspir sem nenhum motivo aparente demonstra falta de educação. Por isso, desculpe-me: agradeço a gentileza da sugestão, mas ficarei com minha boa educação de berço.

  7. Conforme pregam os pastores malaquianos, os não dizimistas são ladrões.
    Em I Cor 6:10 Diz que ladrões não herdarão o reino de Deus.
    Então se você não pagar o dízimo para sustentar os pastores, vai para o inferno.

  8. Cada um na sua!
    Já tiveram suas oportunidades,tem tanta irmandade solteira com desejo de serem auxiliares.
    Sou totalmente contra esse novo ensinamento.

    Cada um no seu quadrado.

  9. Deus nao escolhe pessoas capacitadas ele capacita os escolhidos.
    tem tanta irmandade solteira com desejo de serem auxiliares e por ter sido auxiliar nao diz que vc tem experiencia e que o outro que nao foi nao tem pq qndo vc foi levantado para auxiliar voce tambem nao tinha experiencia .

  10. Em uma Cidade(Ñ posso dizer qual)está acontecendo isso,mais ñ é o auxiliar que ensina é o Cooperador JM,Nós nos reunimos na sua casa e vamos estudar as escrituras juntos.Somos divididos em Idade.COMEÇAMOS desde o Primeiro capítulo de Genêsis e queremos ir até o APOCALIPSE.
    Falamos sobre vários assuntos de uma forma simples e clara,Sem teologia sistemática etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: